Pimenta TABASCO rende R$2.250,00 / mes para cada 250m² plantados

No perímetro irrigado do Marituba, mantido pela Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) na zona rural de Penedo (AL), às margens do rio São Francisco, as famílias de agricultores estão inovando com a produção de pimenta tabasco cultivada com a participação das mulheres, nos mesmos lotes em que se pratica a bovinocultura leiteira.

São seis famílias de agricultores do perímetro irrigado do Marituba que integram a Cooperativa Marituba (Coomarituba) e que estão cultivando a pimenta tabasco com apoio da Codevasf e da Cooperativa Pindorama. Algumas, inclusive, já iniciaram a primeira colheita.

O destaque são as mulheres, que possuem participação ativa na produção, como é o caso das irmãs Adriana Lúcio dos Santos, 22 anos, e Arlene Lúcio dos Santos, 26 anos.

“Nós vimos nossos vizinhos entrarem nessa atividade e pensei em também fazer. Então disse para minha irmã: Adriana, vamos entrar nesse projeto, porque mulher não é somente para ficar com a barriga no fogão. Tem também que se destacar. Não estou certa? ”, conta a jovem agricultora Arlene, que fez questão de frisar que esse é apenas o início de uma produção de sucesso.

Adriana, irmã de Arlene, também se mostrou bastante entusiasmada com o cultivo de pimenta tabasco. “Vivo na roça há muito tempo ajudando minha família. E quero ver essa plantação crescer cada vez mais. Essa é nossa vida. Temos mais terra aqui para crescer a área plantada e já colocamos mais mudas. Se der certo, tudo isso aqui vai virar pimenteira”, afirmou.

PRODUÇÃO DE PIMENTA TABASCO

O técnico agrícola da Codevasf estima que, para uma área plantada de 250 m2, cada família retire uma renda mensal média de até R$ 2.250,00. Cada lote, de acordo com ele, está produzindo em média 15 kg de pimenta por dia. Ele acrescenta que somente a produção de pimenta tabasco dos seis lotes iniciais deverá movimentar anualmente cerca de R$ 162 mil no perímetro .

Sandoval Leite explica ainda que o período que vai do plantio à colheita são 110 dias, e que cada pimenteira tem um ciclo de vida útil de 2 anos. “Após esse ciclo, a pimenteira não tem mais a produtividade anterior e deve ser substituída. Para isso, os agricultores, com apoio da Codevasf, da Cooperativa Pindorama e da Coomarituba, já estão se organizando para criar um banco de sementes, que permitirá a continuidade da produtividade atual”, acrescentou.

Para iniciar a produção de pimenta tabasco, os agricultores familiares receberam a doação de mudas da Cooperativa Pindorama, que também forneceu os fertilizantes de forma subsidiada. Ao todo, são seis lotes que estão produzindo a pimenta.

COMPARTILHE

2 comments

  1. Nacélio Pereira da Cunha

    Quanto custa o quilo da pimenta malagueta e tabasco hoje?

Deixe sua resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*