Mais 5 FATOS sobre as Pimentas

01

01. Existem muitas Variedades de Pimentas.

Pimenta é um termo muito amplo. A planta é capaz de sofrer mutação muito rapidamente, e como resultado, existem mais de 140 tipos diferentes catalogadas.  O ambiente também influencia no ardido e sabor, bem como o solo, temperatura e o clima, todos precisam ser levados em conta.

04

02. Todas as Pimentas são da mesma Espécie?

Apesar da enorme variedade de espécies, apenas cinco são domesticados: C. annuum, C. baccatum, C. chinense, C. frutescens e C. pubescens. Capsicum annuum é o mais comum do grupo; ele inclui uma infinidade de cultivares tanto suaves e quentes. A maioria das pimentas que você pode pensar vem todos dessas 5 espécies catalogadas

03

03. As Pimentas foram domesticadas há muito tempo

As pimentas, foram uma das primeiras plantas a ser domesticada e cultivada. Resquícios de  Pimentas foram encontradas há mais de 7000 anos atrás no Peru e no México. Resíduo das pimentas também foi encontrado em vários utensílios de cozinha antigos.

06

04. Algumas partes da Pimentas são mais ardidas que outras

Se você já comeu uma pimenta fresca, você pode ter notado que a segunda mordida é mais quente do que a primeira. Algumas pessoas acreditam que é porque as sementes são a parte mais picante, mas na verdade é na placenta que sustenta as sementes que concentra o ardido. A placenta da Pimenta fica próximo a haste que  com certeza é  a parte mais ardida porque tem a maior concentração de capsaicina.

05

05. O mamíferos são os únicos animais a detectar o ardido das Pimentas.

Enquanto capsaicina pode queimar e irritar os mamíferos, aves são completamente imune aos seus efeitos. Como resultado, as aves são em grande parte responsáveis por ajudar a semear as pimentas selvagens espalhando suas sementes através das fezes.

 

Marcos Tambelini

COMPARTILHE

Deixe sua resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*