Pimenta Padron

pimenta padron

 

PIMENTA PADRON

Espécie: Capsicum Annuum

Ardência: 5.000 Scoville

Origem: América do Sul 

Pimenta de Padron ou simplesmente Pimenta PADRON é uma pimenta cultivada na GALIZA, porém é Nativa da América do Sulque é uma comunidade autônoma no Noroeste da Espana

Essas pimentas vem sendo apuradas botanicamente há vários séculos, precisamente no territórios de Herbon, que por sua vez pertence ao município de Padron, que dá origem ao nome de “Pimientos del Padron”

A pimenta Padron é colhida ainda verde, ou seja, quando ainda não atinge o processo de maturação que é vermelha. Todos os pratos feitos com a PADRON, como TAPAS, aperitivos, ou mesmo frito foram baseados na pimenta verde, que concentra uma maior quantidade de aromas que ela madura

A história da Pimenta Padron, está ligada aos eventos de alguns frades franciscanos que, retornando de uma missão na América do Sul (a partir do final do século XVI -. Início do século XVII.), trouxeram sementes de pimentas para o Convento de Herbón e ali começaram a cultivar plantas dessas pimentas.

Ao longo dos anos, as plantas foram capazes de se adaptar ao clima da Espanha, graças ao cuidado e à seleção dos agricultores da região que denominaram como “Pimientos del Padrón (ou Herbón)”.

Atualmente, o cultivo das pimentas Padron se estende até os vales dos rios Ulla e Sar, incluindo os municípios de Padrón, Dodro e Rois, Pontecesures e Valga.

Uma característica fundamental dessas pimentas é que a maioria delas tem um gosto “doce”, e a diversidade que um mesmo pé de pimenta é capaz de produzir. Pois, num mesmo pé produz pimentas “doces” e altamente picante, mas a média delas fica em torno de 5.000 Scoville

É esta característica peculiar da Pimenta PADRON que incita aquela brincadeira de degustar várias pimentas de um mesmo pé como se fosse uma “roleta russa”, porque você nunca sabe o que vai acontecer!

A pimenta é tão famosa na Espanha, que no município de Padron é realizada desde 1978 a Festa da Pimenta Cabron, que este ano completou 38 edições

Marcos Tambelini

COMPARTILHE

Deixe sua resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*