Pimentas podem combater depressão e ajudar na perda de peso

Malagueta, dedo-de-moça, cumari, habanero, tabasco, jalapeño. Não faltam opções de pimentas para temperar e dar sabor aos alimentos. A variedade existente no Brasil e no mundo é ampla, tanto quanto os benefícios que elas podem propiciar ao organismo.

Atreladas a um estilo de vida saudável, essas frutinhas picantes(sim, para a botânica, pimentas são frutas) podem melhorar o humor, ajudar a emagrecer, aumentar a circulação sanguínea e agir como anti-inflamatórios.

As propriedades também aumentam a produção da endorfina, o hormônio do prazer e do bem-estar, e de outras substâncias também ligadas à satisfação, como a serotonina e a dopamina. “Para a mulher, a melhora na irrigação sanguínea e a elevação da serotonina ainda produz um efeito afrodisíaco”, afirma.

CONTROLA O PESO E É ANTIOXIDANTE

A ação sobre o controle do peso se dá pela aceleração da queima metabólica. A pimenta ganhou popularidade ao ser utilizada com essa finalidade em uma dieta de desintoxicação e emagrecimento adotada por famosos, como Beyoncé, Jared Leto e Rachel McAdams.

Seus impactos sobre o metabolismo foram comprovados em uma pesquisa conduzida na Univesité Laval, do Canadá (Québec). Durante um período, voluntários consumiram uma pequena porção de pimenta-caiena no café da manhã e tiveram o apetite reduzido e a queima de calorias aumentada.

Graças à presença de vitamina C, licopeno e outros pigmentos, as pimentas ainda têm efeito antioxidante. “Juntos, eles promovem uma varredura de radicais livres desencadeadores do processo inflamatório”

COMPARTILHE

Um comentário

  1. Gosto muito de pimentas. Agora mesmo estou preparando dois potes com a cumari. Gostaria que vocês pudessem me enviar tipos de conserva para essas pimentas. Obrigado

Deixe sua resposta

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*