Você sabia que a pimenta não se trata de uma única planta, mas sim de várias? Não à toa que temos a malagueta, do reino, dedo-de-moça, caiena, entre outras. Mas além de terem uma coloração avermelhada e serem ardidas, elas compartilham diversos benefícios, que de certa forma são conhecidos há muitos séculos, já que elas faziam parte da dieta de indígenas da América Latina. Após a chegada dos colonizadores seu consumo passou a ser apreciado na Europa, e hoje é facilmente encontrada no mundo todo, especialmente no Brasil, que é um grande produtor desse fruto.

Pimenta é termogênica, ajudando a emagrecer

Quando um alimento é considerado termogênico isso significa que ele é de difícil digestão. Calma, isso é diferente de ser indigesto. Seu organismo irá sim absorver os seus nutrientes, mas o processo será um pouco mais lento. Como resultado, o metabolismo acelera, já que é preciso “processar” a comida em questão. Para isso o corpo vai precisar de energia, que possivelmente será retirada dos lipídios, que são o mesmo que gordura. E é justamente por queimar a gordura corporal que o consumo de alimentos termogênicos colabora para o processo de emagrecimento. A boa notícia é que a pimenta faz parte desse grupo, e pode ser acrescentada facilmente à sua alimentação, já que é um tempero simples de ser encontrado.

Capsaicina, responsável pela ardência, possui propriedades analgésicas

Há um composto químico especialmente encontrado nas pimentas que é conhecido como capsaicina. Essa substância é a responsável por dar ardor, e por isso os frutos na qual ela aparece em maior quantidade são mais picantes. É o caso, por exemplo, das pimentas malagueta e trinidad moruga scorpion (usada para preparar o molho chili). Aliás, o pimentão também é um tipo de pimenta, mas por conter pouca capsaicina praticamente não possui ardência.

Tudo bem, mas por que a presença dessa substância é uma característica positiva? Bem, primeiro porque ela possui propriedades analgésicas, e por isso remédios com esse componente são indicados a pessoas com artrites e artroses. De uma forma geral, ela possui ação anti-inflamatória, além de ser anticoagulante e ajudar a reduzir os níveis de colesterol ruim (LDL) e aumentar os do bom (HDL), sendo, portanto, ótima para a saúde do coração.

Pimenta é um ótimo antioxidante

Além dos benefícios já mencionados, a pimenta é considerada um excelente antioxidante. Esse fator deixa o sistema imunológico mais resistente contra a ameaça de possíveis doenças e combate o excesso de radicais livres no corpo. Esses, por sua vez, quando aparecem em grande quantidade no organismo podem gerar a oxidação celular, resultando em envelhecimento precoce e contribuindo para o desenvolvimento de um câncer.

Pimenta aumenta a libido

O aumento do desejo sexual está relacionado a uma série de fatores, e por isso o estímulo aos cinco sentidos é tão importante. Entre eles temos o olfato e o paladar, e a pimenta se mostra muito eficaz em ambos os quesitos. Ela também aumenta a frequência cardíaca e a transpiração, que são efeitos similares aos vivenciados na hora do sexo. Por isso, muitas vezes é considerada um afrodisíaco por elevar a libido.

Novidades e Promoções

[]
1 Step 1

Somos totalmente contra spam

keyboard_arrow_leftPrevious
Nextkeyboard_arrow_right

Posts recentes